[Produtividade] “Getting Things Done”: a revisão semanal #1

Apesar de ser um elemento muito impactante do sistema GTD, é também um dos que mais dificilmente se implementam e mais facilmente se abandonam. Aqui fica uma metodologia simplificada para este passo.

A revisão semanal é um momento no final da semana em que se verificam todas as coisas ao longo da semana e se tomam decisões sobre o que fazer a seguir.

A revisão semanal serve para organizar quer as coisas, quer os pensamentos e refletir cerca da forma como aos projetos estão a evoluir.

Da primeira vez que tentei implementar o GTD (getting things done), esta foi uma das coisas pelas quais comecei, mas tive imensa dificuldade. O template de que dispunha e o que está descrito no livro é uma lista exaustiva e algo complexa com imensas tarefas.

Nunca consegui concluir a revisão porque demorava horas e nunca conseguia terminar num só dia: havia sempre alguma coisa a faltar, o que me fazia desanimar deste processo.

Em agosto aproveitei a quinzena grátis do GTD Connect  e apercebi-me que em 2016, houve uma reformulação à abordagem ao weekly review para 3 pontos, o que simplifica o processo e torna a atividade mais fácil de fazer:

1. Get Clear

  • colocar todos os papéis, recibos e miscelânea na inbox
  • processar a inbox até não restar mais nada
  • esvaziar a mente (escrever todas as coisas que estão a ocupar a nossa mente/a preocupar-nos num papel)

2. Get Current

  • Rever as listas de próximas ações – assinalar ações completas, rever mais pontos de ação lembretes para registar
  • Rever o calendário passado – rever o calendário transacto para perceber se há ações que requeiram follow up, informação de referêcia e transferir para o sistema ativo
  • Rever o calendário futuro – rever o calendário vindouro (a curto e longo prazo) e registar os triggers de ação que despoletam.
  • Rever lista de coisas pendentes – verificar o que precisa de follow up e assinalar o que já foi rececionado
  • rever listas de projetos e de outros objetivos maiores – avaliar o estado dos projetos, objetivos e outcomes, um a um e assegurar-se que há pelo menos um item de ação seguinte corrente em cada um. Ver os project plans, material de apoio e qualquer outro material de work in prgress para despoletar novas ações e pendentes, etc.
  • Review as checklists relevantes – usar como trigger para ações novas.

3. Get Creative

  • Rever listas “someday maybe” – rever quaisquer projetos e ações que possam entretanto ter-se tornado ativos e transferir para a lista apropriada. Apagar itens que já não sejam de interesse.
  • Ser criativo/a e corajoso/a – há ideias novas, maravilhosas, criativas, provocadoras ou arriscadas para acrescentar ao sistema?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s